30 de dez de 2008

O futuro já começou, bem dizia Roberto Marinho e seus amigos militares

Israel continua bombardeando a Faixa de Gaza, testando inclusive novas armas, as quais estão proibidas pela Convenção de Genebra. Estas armas provocam ferimentos internos profundos e geralmente resultam em amputação ou mesmo na morte do paciente.

A Universidade Islâmica de Gaza foi totalmente destruída pelos bombardeios israelenses, incluindo a Biblioteca Islâmica, com 130 mil livros. A instituição, com mais de 30 anos, virou ruínas em segundos.

A Câmara de Vereadores de Porto Alegre, escondida no dia 29 de dezembro, aprovou os dois projetos de construção e reforma dos estádios da dupla Gre-Nal, ignorando por completo o Plano Diretor da cidade e todas as normas de construção de prédios nas áreas em questão. Agora, as obras, construídas por empresas PRIVADAS, poderão ser executadas sem prejudicar os lucros das empreiteiras

Hoje em dia, assassinato por tráfico de drogas virou um fato tão banal que não ganha mais nem uma nota miúda num canto esquerdo das páginas dos jornais.

O aquecimento global aumenta dia após dia.

Yeda Crusius segue firme com o projeto de sucatear a educação gaúcha. Mas tudo bem, o que importa é que ela está diminuindo o déficit.


Faça sua parte: vista branco, coma lentilhas e pule sete ondas.

E Feliz 2009.

29 de dez de 2008

As andorinhas (e os posts) voltaram

Oi, tudo bem? Lembram de mim?

Sim, eu devo desculpas. Afinal, foram mais de 30 dias sem uma mísera postagem, uma total falta de respeito aos MILHARES de leitores que esse blog conseguiu em menos de quatro meses.
Mas sabe como é. Por enquanto (eu disse por enquanto) ainda não sou sustentado por esse blog, e, portanto, preciso trabalhar para ter direito aos LUXOS DA VIDA, como uma Heineken, uma Havaianas nova e um sanduíche de presunto. E o trabalho me consumiu (ui) por inteiro nesse último mês.
Aliás, muita coisa aconteceu desde o longínquo 25 de novembro até hoje. Para reforçar a tese de que estou ficando velho, já sou um cara formado, e além disso já organizei um Natal Borbulhante de lá para cá. Mas sobrevivi, e cá estamos nós, prontos para outra.

Redação de Papos Chatos no último mês de dezembro

Eu não podia apenas postar assim, sem mais nem menos. Era preciso fazer algo para marcar essa volta TRIUNFAL à vida blogueira. Por isso, resolvi mudar a cara do blog. Acho que essa nova versão ficou mais a cara da proposta de Papos Chatos, que é oferecer um espaço para discussão das chatices da vida cotidiana.
Além disso, a idpeia, com o passar do tempo, é incrementar o blog com pesquisas, links de outros blogs e sites, além de postagens bem mais freqüentes, não apenas de textos, mas de charges, links, notícias, enfim.
E para que tudo isso dê certo, preciso da força de vocês, nobres comentaristas, que quase pegaram em armas exigindo a volta das postagens. Comentem, discutam, opinem, mandem textos. Só assim poderemos ficar, cada vez mais, um bando de chatos.

Ah sim! Logo aí de baixo já tem post novo!


21:58, 29 de dezembro de 2008

Estava eu muito tranquilo na última sexta-feira à noite, no auge da vida sedentária (comendo os chocolates do Natal e bebendo a bebida do SISTEMA), atirado no sofá e (glup) assistindo a Retrospectiva 2008 da Globo quando o apresentador Sérgio Chapelin anuncia: “E agora vamos ver qual foi o acontecimento que os leitores e internautas escolheram como O FATO DO ANO.
Pense aí: para você, qual foi o fato do ano?

a) Barack “We Can” Obama?
b) O crash do capitalismo americano?
c) A tragédia em Santa Catarina?
d) O tufão em Mianmar que matou mais de 30 mil pessoas?
e) O terremoto na China que matou 80 mil?
f) O recorde de aprovação do governo Lula?

Pois para os leitores e internautas do site G1 (alguém vê alguma mensagem subliminar no nome do site de notícias da Globo?), nenhum dos seis fatos acima foi o fato do ano.
Para eles, o fato do ano foi O CASO ISABELA.
É, eu sei. Bem feito pra mim. É nisso que dá querer trocar o recém adquirido livro do Luis Fernando Veríssimo por alguma horas de sedentarismo.